extrato@extratodo.com.br    Rua Dom Alberto Gonçalves, 1015 - Casa 01 - Curitiba - PR

  • Facebook Basic Black

O que está faltando para minha realização profissional? Conheça 5 perguntas que podem te guiar nesta busca.

29/04/2016

Esses dias ouvi dizer que ser feliz no mundo moderno está diretamente ligado a sentir-se realizado profissionalmente. Ao considerarmos que passamos a maior parte do nosso dia no mundo do trabalho, faz sentido. Mas, o que significa sentir-se realizado profissionalmente?

 

Com certeza a resposta  será muito diferente para cada um. Mas existem aspectos que permeiam todas as “vidas profissionais” e que podem nos ajudar a analisar nossa realidade (quem sabe até a mudar o que precisamos) e elaborar a nossa própria resposta.

Vale a pena parar e refletir, afinal, quem não quer ser feliz?

 

1. Como estão seus recursos?

 

Muito do sentimento de realização vem do processo de reconhecimento. Quando somos reconhecidos nos papeis que desempenhamos nos sentimos mais completos e felizes, tendo com mais ânimo e vontade de continuar. No mundo profissional, muito deste reconhecimento vem por meio da remuneração, além de ser o que garante nossa sobrevivência e relacionamento com o mundo material. Afinal, nós trabalhamos para isso. Falou de profissão, temos que olhar para o dinheiro e para os recursos de forma em geral.

Como você percebe sua remuneração hoje? Como se sente diante dela?

 

2. O que você faz, te faz feliz?

 

Confúcio já dizia “escolha um trabalho que você ame e não terá de trabalhar um único dia de sua vida". Se a vida profissional se resumisse só a tarefa em si, essa frase seria perfeita. De qualquer forma é um ponto muito importante nesta busca da realização profissional. O que você faz, te faz feliz? Você percebe que atua naquilo que realmente é bom? Todos nós temos dons, habilidades e talentos. Quando os compartilhamos com o mundo, criamos uma sensação de realização.

Normalmente nossos talentos estão naquilo que fazemos com naturalidade e que nem percebemos que pode exigir muito esforço das outras pessoas.

Como você se relaciona com as tarefas do seu trabalho?

Você gosta do que faz?

Realiza suas atividades de forma natural?

Percebe que suas habilidades estão sendo realmente aproveitadas?

 

 

 

3. Somos seres sociais. Tá, e daí?

 

Conversas, cafés, reuniões, abraços de bom dia, trocas de experiências, trabalho em equipe, pedidos de ajuda, conflitos, mais conversas, discordâncias, ideias para serem discutidas e analisadas, happy hour, apoio, ligações fora do expediente, ligações no expediente, mais conversas, liderar, ser liderado, mais conflitos... ufa. Somos seres sociais.

Nossas emoções e necessidades de sociabilização precisam ser atendidas também no ambiente de trabalho, afinal é quase 70% do nosso dia vividos neste mundo. Seja na indústria, comércio ou outro segmento, somos submetidos a uma rotina intensa, que pode ser estressante, cheia de metas e prazos para serem cumpridos, entre outros desafios. Para dar conta do recado, sem desanimar ou reduzir o padrão de produtividade, é necessário um ambiente saudável.

Existem pessoas que adoram o que fazem, mas “pagam” para não ir à empresa, falar com o chefe, ou encontrar aquela equipe. E outras que percebem no trabalho um espaço de desenvolvimento e trocas. E você?

Qual a qualidade das relações em seu ambiente de trabalho?

Qual a qualidade do seu ambiente de trabalho? Será que isso tem a ver com a falta ou presença do seu sentimento de realização profissional?

 

4. Para que? Qual o significado disso tudo?

 

Cada vez mais temos feito perguntas como esta. Para que eu acordo todos os dias, deixo minha família em casa e passo a maior parte da vida no trabalho?

Cada vez mais buscamos trabalho com significado. Com propósito. E não pode ser qualquer propósito. Tem que ser algo que para nós faz sentido. Algo que acreditamos estar realmente colaborando com o mundo de alguma forma. E aí, novamente, entram pontos de vista e respostas completamente particulares. O que tem significado para mim, pode não ter para você.

Como você percebe isso em seu trabalho?

Você vê significado no que faz? Sente que te alguma forma está realizando sua “missão” no mundo?

 

5. O que eu quero hoje?

 

Podemos olhar para os 4 aspectos anteriores e perceber que mesmo sendo bem remunerados, fazendo o que gostamos, termos um ambiente de trabalho super saudável e vendo significado no que entregamos, ainda não nos sentimos realizados. E aí? Será que essa realização existe mesmo?

Nossos objetivos, necessidades, emoções e propósitos mudam a cada fase de vida.

O que você busca hoje, na fase em que você se encontra? Seja sincero com você mesmo. A resposta pode fazer toda diferença no seu sentido de realização.

Tem fases em que buscamos mais experiências, mais desafios,novos cargos, desenvolver novas habilidades. Em outras queremos mais tranquilidade, mais tempo para ficar em casa, mais momentos com nossa família. Outras vezes precisamos de uma remuneração maior ou de mais espaço para expormos nossas ideias e lançarmos novos projetos.

Do que você sente falta em sua vida hoje?

O que você quer?

 

 

 

Buscar a realização profissional não é tarefa fácil. Mas vale a pena assumir como um objetivo a ser alcançado. E depois de alcançado, mantido e reavaliado sempre. As vezes são pequenas mudanças que trarão impactos incríveis. Mas para isso é preciso parar, avaliar e tomar consciência. Fazer o diagnóstico certo. O que está faltando para você se sentir realizado profissionalmente?

Que tal assumir as rédeas dessa busca?

 

Please reload

Posts Em Destaque

O que você faz com o que te incomoda?

03/05/2017

1/4
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo